ESPÍRITO DE FIM DE ANO, PARA O ANO TODO!

No descortinar de um novo ano, somos, sempre, tomados por sentimentos que brotam com maior intensidade nessa época.

Um destes sentimentos é a esperança, sim, esperança de mais justiça, paz, segurança; esperança de que o futuro que começa agora seja bem melhor do que o passado que ora termina.

O passado que ora termina se chama 2019 e o futuro que começa agora se chama 2020. Agora, porque será que nessa transição de anos nos permitimos viver com tamanha intensidade tais sentimentos e tais sentimentos nem sempre são por nós vivenciados em outra época do ano?

Porque será que nos dias finais de um ano e, também, nos dias iniciais de outro, nossa motivação se torna tão positiva, crédula e otimista?

Que fenômeno ocorre nas Adjacências das datas 31/ 12 e 01/01. Na verdade todos sabemos que, cronologicamente, não há mudança absolutamente alguma. Uma passagem de ano é exatamente igual a passagem de qualquer outro dia.

Essa última passagem de ano se dará de terça-feira para quarta e tal passagem não será diferente de nenhuma transição de terça pra quarta ocorrida em qualquer outra época do ano.

O que muda então? Respondo: a forma com a qual encaramos tal transição. O que muda é a nossa postura ante as datas. O que muda é a nossa condição psicológica e diria até nossa condição espiritual. A mudança, portanto, se dá não do lado de fora, mas sim do lado de dentro e, em função do que permitimos ser gerado do lado de dentro, percebemos os frutos do lado de fora.

Nessa transição de datas percebemos mais amizade, mais solidariedade, mais humanidade. Vemos espíritos mais amenos, menos beligerantes, mais tolerantes, vemos apaziguamento e tréguas, vemos, portanto, um mundo muito melhor nessa época.

Quem dera o mundo fosse como ele é no fim de cada ano!!!

O que aprendemos com isso?

Primeiro, aprendemos que o que vemos refletido na sociedade, esse estado caótico de ser e existir, é o reflexo do que há dentro de cada um de nós, todos nós. Sendo assim, se desejamos um ano novo rico de experiências, conquistas e paz. Se desejamos um 2020 cercado de bem, tratemos do que há dentro de nós. Cuidemos de nossa mente e coração, pois o que há fora é reflexo do que há dentro.

Segundo, aprendemos que se o que transforma o mundo num mundo melhor no final de cada ano é o que ocorre dentro de nós, então podemos transformar o mundo se permitirmos que o que ocorre dentro de nós perdure por todo ano. Isto porque não depende das circunstâncias e sim da forma como as encaramos. Que tal pararmos de exigir que os outros mudem e mudarmos a nós mesmos?

Terceiro, aprendemos que o tempo bom e solidário que vivemos no fim de cada ano, se constitui a prova inequívoca de que é possível vivermos uma sociedade mais justa, segura e, portanto, praticável.

Se conseguimos no final/início de cada ano, podemos fazê-lo no período que compreende entre o início e o fim. Depende de nós. Vamos nos esforçar pra isso?

Que o melhor de Deus recaia sobre sua vida e família em 2020!


Neil Barreto.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo